Início A ameaça e a tortura psicológica dentro dos Terreiros

A ameaça e a tortura psicológica dentro dos Terreiros

Prezados irmãos de senda.

Eu acho inconcebível o número de e-mails que eu recebo mencionando a ameaça recebida por parte de mentores e orixás dentro de terreiros, baseado nesses fatos, decido escrever uma síntese de tudo o que envolve esse mecanismo de ameaças dentro de terreiros.

Primeiramente é importante salientar que além de ameaças, presencio torturas psicológicas, como se a pessoa sair do centro, ela perderá guarda dos filhos, emprego e até a pessoa amada, antes de mais nada, gostaria de ressaltar que isso se configura CRIME, ou seja, em nossa sociedade, qualquer ameaça é passível de CRIME segundo a nossa instituição penal (O que considero relativamente falida) mas eventualmente funciona.

Com isso, subentende-se que um mentor, que se diz de Luz, sair lá de Aruanda ou de qualquer outro lugar da qual é oriundo e ameaçar o médium por não realizar certas VONTADES dentro do centro é no mínimo ridículo, recebi um caso de uma irmã que queria terminar o seu relacionamento, seu namorado supostamente recebeu o exu no meio de um bar onde estavam conversando e disse a ela que se terminasse com ele, as coisas na vida dela desandariam de forma intensa.

É onde eu me pergunto: Até onde vai a ignorância a respeito da religião.
E às vezes, o cidadão faz isso de forma inconsciente, ele mistura o animismo, seu estado emocional e com isso, ou acha que está recebendo seu próprio mentor e na verdade não há nada ali, ou ele entra em uma sintonia pútrida, dando vazão a outros espíritos se aproveitarem da situação ou é PURO FINGIMENTO, em nenhum dos três fatores é algo honorável ou até mesmo aceitável, é simplesmente hediondo.

Por isso vivo enfatizando, a maior arma que vocês possuem é o conhecimento, com estudos, uma mente analítica vocês deixam de sofrer certas mazelas provenientes nos cultos, com o estudo, com o aprendizado, você se previne de certas influências lamentáveis que ocorre dentro e fora do centro com a utilização ignorante da mediunidade. Por isso, sou chato e categórico, ESTUDEM!

Recentemente recebi um e-mail de uma irmã que ia pedir licença do centro e na gira de exu, ela recebeu tantas ameaças que ficou com medo de sair, preferiu se preocupar mais com as represálias dentro do terreiro a seus problemas pessoais fora dele, com isso, o médium permanece insatisfeito na corrente prejudicando toda a firmeza do lugar.

ESPÍRITOS DE LUZ não ameaçam, se um dia forem ameaçados, dê as costas e vão embora, ali não tem mentor nenhum, tem o animismo do sacerdote ou um guimba bem do maldito dirigindo o lugar, não existe tortura psicológica, o LIVRE ARBÍTRIO foi dado para todos os seres humanos que nem DEUS interfere.

Essa metodologia de sair do centro vai apanhar do Orixá, vai tomar “PEIA” como costumam dizer é retrógrado demais, inadmissível, um espírito de Luz nunca vai interferir no seu Livre Arbítrio, ele vai te orientar, vai te avisar de possíveis circunstâncias indesejadas durante o novo caminho, mas ameaçar? Pelo amor né? Estamos em pleno 2014 e ainda existem sacerdotes que usam a metodologia do medo para adquirir respeito?
Não confundam a orientação, aquilo que temos desde a infância com a vovó, de se você ir por esse caminho, você PODE VIR a se machucar com, SE VOCÊ SAIR DO CENTRO, VAI PERDER O EMPREGO. Orientação é uma coisa, ameaça é outra e é totalmente diferente, assim como a tortura psicológica, se não fizer vou te derrubar, vou tirar seu emprego, repito, ou é um espírito do mais baixo patamar vibratório ou é o próprio médium em uma famosa sessão anímica.

Meus sinceros votos de paz e luz a todos.

Autor: Neófito da Luz
Fonte: Umbanda do Chico Preto

Deixe o seu comentário